ilustração do e-book

O buraco negro digital

A tecnologia pode tornar o rastreamento de ferramentas e ativos mais eficiente?

Quando as empresas não digitalizam os processos do seu negócio, pode formar-se um "buraco negro digital", o que faz com que os projetos ultrapassem o prazo e o orçamento. Quer conhecer toda a história?

Faça o download do e-book completo abaixo.

Para onde é que vai todo o dinheiro?

Mão de obra (40% do rendimento), material e consumíveis (20%) e ferramentas e equipamento (15%) são os principais custos de uma empresa. Também são os mais difíceis de gerir, quando se utiliza como suporte diferentes sistemas à base de papel, post-it e folhas de cálculo.

Estes sistemas, que não são transparentes nem fiáveis, podem ter custos negativos e implicações quanto à eficiência na gestão de ferramentas e ativos.

Gerir os ativos da forma tradicional

90 horas

por mês
gastas à procura de ferramentas (em média).

65 %

das empresas
têm dificuldades no rastreamento de ferramentas e equipamentos.

6 000

gastos anualmente
em ferramentas e equipamentos perdidos (em média).

35 %

do tempo de construção
gasto em atividades não produtivas

Porque é que os custos de mão de obra são importantes

Embora os custos e a escassez de mão de obra estejam a aumentar, a tecnologia pode tornar a gestão da mão de obra mais previsível, ao expor as ineficiências do negócio, o que pode melhorar o planeamento e a rentabilidade.  

Compreender a produtividade da mão de obra também pode proporcionar transparência quanto à forma como os ativos são utilizados. 
Coloque a si mesmo as seguintes questões :

ícone de 3 trabalhadores

Quanto trabalho consegue fazer num dia com uma equipa de 20 colaboradores?

ícone de um calendário

Quantos dias precisa para concluir o trabalho?

ícone de 3 trabalhadores e de um relógio

Quantos colaboradores necessita para concluir o trabalho a tempo? 

ícone de uma aparafusadora e de um relógio

Quanto tempo pode poupar se investir em equipamento que trabalha mais rápido?

Dar prioridade à tecnologia permite recolher e guardar informação que pode pode permitir a tomada de ação rápida.

A tecnologia, como a IoT e a etiquetagem, podem fornecer a localização, a utilização e o estado de manutenção de um ativo. Estas informações em tempo real podem interligar-se com o software de gestão de ativos, para que as equipas possam tomar decisões mais fundamentadas sobre a gestão de ferramentas.

Como é que o software de gestão de ativos pode ajudar?

 Permite a elaboração de orçamentos mais precisos, ao rastrear os materiais e os consumíveis.

Ajuda a evitar períodos de inatividade, ao identificar ativos duplicados e não utilizados.

Pode controlar as perdas, ao monitorizar a remoção de consumíveis e de equipamento. 

Proporciona transparência no que se refere ao inventário, ao estabelecer a associação com baterias inteligentes.

Uma forma melhor de gerir

Controlar custos, reduzir perdas e manter os projetos como programado

Soluções digitais como baterias inteligentes, ferramentas conectadas e softwares de gestão de ativos digitais são cada vez mais fáceis de usar e relativamente baratas de implementar. 

A escolha certa da tecnologia de construção vai compensar rapidamente ao cortar na despesa de ativos físicos e ao libertar o tempo dos colaboradores, eliminando atrasos causados por um sistema de papel.

Contacte-nos

Tem perguntas ou feedback?

Está curioso sobre o futuro da construção? Quer saber mais sobre a tecnologia das obras? Pretende otimizar o seu negócio? Preencha o formulário abaixo e entraremos em contacto consigo.

Partilhe com a sua rede: