Adicionado(s) ao carrinho
Adicionado(s) ao carrinho
Carrinho de compras

Os benefícios de investir em saúde e segurança ocupacional

A indústria da construção é uma das mais arriscadas para trabalhar

Uma parceria com a Hilti em termos de segurança e produtividade

Queimaduras, ossos partidos, eletrocussão, doenças respiratórias, vibração e perturbações musculoesqueléticas. Esta é apenas uma pequena amostra das consequências graves que podem resultar do dia-a-dia no local de trabalho.

São vários os motivos para estas ocorrências – desde o trabalho com geradores, ferramentas elétricas, maquinaria e ligações elétricas à inalação de poeira de todo o tipo, trabalhar em locais de elevada altitude ou o facto de não se usar equipamento de proteção adequado.

Apesar de a esmagadora maioria das pessoas a trabalhar na indústria se preocupam com a saúde e segurança e são diligentes no seu trabalho, existe um número de fatores que contribuem para os acidentes. Infelizmente, o equipamento defeituoso, o erro humano, as estruturas organizacionais inadequadas e um ambiente de trabalho perigoso são motivos para que sejam tão desproporcionalmente elevados os acidentes graves e as mortes no setor da construção.

Alguns factos

O Eurostat afirma que a indústria da construção representou 13% de todos os acidentes e 22% dos acidentes mortais em 2014

O Executivo de Saúde e Segurança do Reino Unido comunicou que a taxa de mortalidade na indústria da construção é 3x mais elevada do que nas outras indústrias. Os seus dados estipulam ainda que 1 em 24 trabalhadores da construção é ferido anualmente

A Comissão Europeia publicou que 73,4% dos acidentes no trabalho resultam numa baixa de, pelo menos, um dia; 22% de, pelo menos, um mês

A EU-OSHA descobriu que cerca de 60% das empresas mais pequenas são prejudicadas pelos custos diretos/indiretos e as consequências superiores a nove dias podem resultar em falência

Com a indústria da construção à frente dos acidentes industriais, torna-se óbvio que os investimentos contínuos em saúde e segurança ocupacional (OHS) são importantes a vários níveis.

As consequências dos acidentes e da saúde precária são abrangentes

Se a saúde e a segurança ainda não for uma prioridade na sua empresa, vejamos alguns argumentos convincentes para demonstrar por que deveriam ser! Além do impacto óbvio no trabalhador ferido, um registo inadequado na saúde e segurança tem consequências a muitos outros níveis: na produtividade, em termos de regulamentações legais e na reputação da empresa.

Os acidentes e a saúde precária podem ter um impacto negativo no desempenho financeiro e na produtividade da empresa. Porquê?

  • Ausência da vítima 
  • Interrupções no processo de produção 
  • Reorganização e/ou renovação do trabalho 
  • Substituição de material/equipamento danificado 
  • Perda de encomendas/clientes 
  • Esforço administrativo em termos de análise da causa do acidente
  • Recrutamento e pagamento adicional a pessoal temporário
  • Aumento dos prémios de seguro

Simultaneamente, existe uma variedade de consequências não visíveis ao nível da segurança e da saúde precária que afetam as vítimas, os colegas de trabalho e, por fim, a empresa no seu todo:

  • Para a vítima: o impacto pessoal do ferimento 
  • Para os colegas: a angústia, a insatisfação do trabalho e a preocupação, especialmente no caso de problemas frequentes de saúde e segurança
  • Para a empresa: a reputação e o clima de trabalho prejudicados  

Caixa Geral de Seguro de Acidentes na Áustria concluiu que um acidente na construção resulta em custos médios de cerca de 30 000 €. No entanto – além de todas as implicações financeiras – será que podemos pôr um preço à saúde de uma pessoa? Um empregador preocupado iria querer que os funcionários chegassem a casa em segurança depois de um dia de trabalho

Benefícios da gestão da saúde e segurança ocupacional

Para melhorar o desempenho em termos de saúde e segurança da sua empresa, deve investir na gestão da saúde e segurança ocupacional (OHS). Deste modo, toma medidas ativas para gerir os riscos ocupacionais.

A mudança de ênfase na aplicação da gestão da OHS irá minimizar os danos causados pelos acidentes e pela saúde precária apresentados acima. Eis um resumo dos fatores de sucesso da Organização Internacional do Trabalho relativos à OHS:

  • A implementação de medidas de prevenção e de proteção é realizada de um modo eficiente e coerente
  • São elaboradas políticas relevantes 
  • São feitos compromissos 
  • Os perigos e os riscos no local de trabalho são avaliados e considerados 
  • A gestãoda empresa e os trabalhadores estão envolvidos no processo

No contexto da gestão da OHS, a educação e a formação são muito utilizadas e são medidas de prevenção importantes. O próximo artigo sobre a "Importância da Formação em saúde e segurança" irá apresentar os fatores importantes para aproveitar ao máximo o seu programa de formação.

As nossas iniciativas-chave relacionadas com a saúde, segurança e ambiente

Tecnologia e produtos

Concebidos tendo em mente a produtividade, segurança e ambiente

Mais
Serviços Hilti

Serviços

Aumentar a saúde, segurança e produtividade do utilizador

Mais
Ambiente

Ambiente

Saber mais sobre a Hilti como instituição responsável no que respeita ao ambiente

Mais

Contacte-nos
Contacte-nos